Para onde vai o dinheiro do re-emplacamento em Goiás?

Para onde vai o dinheiro do re-emplacamento em Goiás?

Caixa 2 de Campanha? Lucro da ÚNICA empresa autorizada pelo Detran gira em torno de 450 milhões de reais. No final tem um ABAIXO ASSINADO.

Com a desculpa de evitar clonagem, governo Marconi autoriza uma única empresa a realizar o re-emplacamento de milhares de carros em Goiás. A placa pode custar até R$ 170,00.

No Espírito Santo, essa mesma placa custava R$ 58,83 em 2013.

Creio que muitas pessoas ainda não reclamariam dessa taxa, tendo seu carro “protegido”. Contudo duas coisas não foram divulgadas:

1) a placa será usada também para verificar se o pagamento do IPVA ESTÁ EM DIA, não somente no caso de consultar queixar de roubo…

2) o mais preocupante, 65% do valor das taxas serão destinadas a uma única empresa, a única autorizada pelo governo Marconi a realizar tal serviço. O Detran-GO, que precisa de tantos investimentos, receberá somente 15%.

Como já vi por aqui, é mais uma “forma de tirar dinheiro escancaradamente para caixa de campanha!”.

Porque temos que pagar para sermos protegidos? Por que a nova placa não é de graça? “Se temos que pagar para sermos protegidos, então os condenados deveriam construir presídios ou pagar por eles”.

Gráfico mostrando para onde vai o dinheiro do re-emplacamento obrigatório em Goiás

 

Como disse, muitos aqui não se importaria com isso se o Detran recebesse algo em torno de 85% da taxa. Mas esse dinheiro, calculado em cerca da 450 milhões de reais, vai para uma empresa privada, a UTSCH do Brasil. E o pior: responde por processos de corrupção pelo país inteiro.

Para que tantos impostos se não recebemos os benefícios em troca? Essa placa do Detran-GO deveria ser de graça. Seria o mais lógico e ético.

E enquanto isso os serviços do Detran não funcionam ou são corruptos. É um dos órgãos que mais tem críticas da população. Vai desde atraso na entrega da CNH até relatos de corrupção na hora do teste de direção.

O Carlos Cachoeira, que tem grandes tentáculos no governo Marconi, escolhia os nomes de funcionários sem concursos para que o governador nomear, tudo registrado na Operação Monte Carlos. Hoje o Detran-GO possui mais funcionários nomeados na canetada do que concursados, atuando em todas as áreas, do administrativo a elaboração de licitações. É considerado o órgão mais corrupto de Goiás pelo Ministério Público.

Olhando esse quadro, não duvido nada que essa empresa escolhida seja mais uma do próprio Cachoeira, nas mãos de um laranja qualquer.

E enquanto isso, o caixa 2 da campanha vai só engordando…

Vamos assinar esse Abaixo-Assinado pela proibição da obrigatoriedade dessas placas. Segue o link:

http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/29478

Compartilhe essa mensagem no Facebook também clicando no link da publicação: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=514369168707712